sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

SOCIEDADE | O tempo mexe com as pessoas e... inspira-as!

O tempo "mexe" muito com as pessoas! Altera-lhes o estado de espírito, muda-lhes planos, adia-lhes viagens, provoca-lhes prejuízos, pessoais ou no seu património, e, no limite, até lhes ceifa a vida. Neste caso, não o tempo enquanto "sucessão de momentos em que se desenrolam os acontecimentos" (cf.ª dicionário da língua portuguesa), se bem que nessa acepção também, quando tal sucessão termina para dar lugar à morte. É, contudo, do tempo meteorológico que agora se trata, do qual já demos notícia em face da instabilidade que vem a caminho.

O assunto tem gerado interesse nas redes sociais, nomeadamente nos grupos do Facebook Amigos da Meteorologia dos Açores e Amantes da Meteorologia do Triângulo, confirmando-se a atenção que suscita e, até, a inspiração a que dá azo.

Eduardo Sarmento, um faialense há muito residente na ilha-irmã - o Pico, - com a ironia que é seu apanágio; com a beleza da escrita que tem revelado nas suas intervenções no Facebook e com a inteligência que sempre se lhe reconheceu, produziu um comentário às cartas meteorológicas sobre o tempo que nos espera nos próximos dias digno de ser apreciado.

Eis esse belo naco de prosa: "Apesar de irmos apanhar ondulação forte, não será muito acima daquilo que popularmente designamos por aqui como 'fruta da época'. De qualquer modo, muito cuidado e uma respeitosa distância ao mar nas nossas costas Norte e Oeste... sobretudo agora que o Menino Jesus poderá ter trazido aquela sonhada máquina digital nova! Engraçado, estamos a 'mudar de paradigma'... em dias de ondulação mais forte, vejo agora na costa e nos portos mais 'pescadores de imagens' que de sargos!"