sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

SOCIEDADE | Fotografia aérea mostra perspectiva interessante do Pico

O Pico nunca se exime de proporcionar aos fotógrafos, sejam profissionais ou amadores, momentos inéditos e, senão inéditos, quase sempre deslumbrantes

A «meia broa», troço de mar entre os ilhéus e o porto da Madalena, vista de um ângulo raro, 
pela objetiva de José Leonildo Dias




Nesta fotografia de José Leonildo Dias, funcionário do sector de abastecimento de água da Câmara Municipal da Horta, popularmente conhecido por “Ritinha”, publicada hoje no Facebook, pode ver-se, de um ângulo só acessível a quem viaja de avião, no caso um "regresso de Lisboa", a "meia broa", troço de mar com pouco mais de um quarto de milha, entre os ilhéus e o Porto da Madalena, que foi, em dias de mar do Norte, um desafio aos antigos mestres das velhas lanchas do Pico e continua a ser, hoje, um quebra-cabeças dos que governam embarcações com destino à vila da "fronteira", apesar de os meios de navegação já serem outros.

Bem vísivel está também o quebra-mar que faz parte da requalificação em curso do principal porto da ilha do Pico, escala incontornável do Triângulo e uma das mais apreciadas portas de entrada - porque se entreabre perante a montanha mais alta de Portugal - de quantas dão acesso às ilhas do arquiélago açoriano.